Banner
Entrada Notícias Destaques Queimadas no Brasil
Queimadas no Brasil PDF Imprimir E-mail
Escrito por www.ambienteemfoco.com.br   
Qui, 08 de Novembro de 2007 00:00

Segundo dados do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), durante o período de junho a novembro, grande parte do país é acometido por queimadas, que se estendem praticamente por todas as regiões, com maior ou menor intensidade.

O fogo é normalmente empregado para fins diversos na agropecuária, na renovação de áreas de pastagem, na remoção de material acumulado, no preparo do corte manual em plantações de cana-de-açúcar etc. Trata-se de uma alternativa geralmente eficiente, rápida e de custo relativamente baixo quando comparada a outras técnicas que podem ser utilizadas para o mesmo fim. Os Estados que, tradicionalmente, apresentam maior número de focos de calor são Mato Grosso e Pará.

Focos de Calor

As queimadas são praticadas na preparação do solo para a agricultura, e a seca são as principais causas do alastramento do fogo nas matas do país. Nas tabelas abaixo segue a evolução dos focos de incêndio:

Paraná

meses

2000

2001

2002

2003

janeiro

34

-

47

43

fevereiro

9

-

24

23

março

-

-

19

34

abril

-

44

94

80

maio

-

33

65

143

junho

-

54

115

157

julho

-

137

96

193

agosto

926

370

547

501

setembro

407

113

565 1.446

outubro

18

-

237

692

novembro

92

-

151

351

dezembro

170

-

127

140

Total (média)

1.656

751

2.087

3.803


Brasil

meses

1997

1998

1999

2000

2001

2002

2003

janeiro

-

-

1.670

1.997

560

1.654

3.603

fevereiro

-

-

9.359

2.666

1.139

1.570

2.367

março

-

-

780

850

1.510

1.679

3.181

abril

-

-

565

431

1.112

1.682

1.902

maio

-

1.081

1.215

2.273

2.112

3.818

3.871

junho

814

2.914

2.562

6.316

8.461

10.840

10.549

julho

3.629

7.198

5.841

4.933

6.762

10.770

19.398

agosto

17.257

32.112

32.170

24.234

32.911

47.266

27.681

setembro

20.580

33.613

31.936

24.775

3.713

61.012 57.262

outubro

14.188

18.638

24.153

27.102

-

52.077

43.058

novembro

4.053

5.823

9.753

8.496

-

30.356

23.010

dezembro

-

3.911

5.963

4.645

-

11.649

15.061

Total (média)

60.521

105.290

125.967

108.718

58.280

234.373

210.943

 

obs.: ( - ) dados não disponíveis
Fonte das tabelas: Inpe - Instituto de Pesquisas Espaciais

Diferenças entre focos de calor, incêndio e queimadas:

Focos de calor: Qualquer temperatura registrada acima de 47ºC. Um foco de calor não é necessariamente um foco de fogo ou incêndio.

Queimadas: A queimada é uma antiga prática agropastoril ou florestal que utiliza o fogo de forma controlada para viabilizar a agricultura ou renovar as pastagens. A queimada deve ser feita sob determinadas condições ambientais que permitam que o fogo se mantenha confinado à área que será utilizada para a agricultura ou pecuária.

Incêndio Florestal: É o fogo sem controle que incide sobre qualquer forma de vegetação, podendo tanto ser provocado pelo homem (intencional ou negligência), quanto por uma causa natural, como os raios solares, por exemplo.

As queimadas são proibidas?

As queimadas são autorizadas pelo Ibama sob critérios técnicos, como os aceiros, por exemplo, que impedem a propagação do fogo além dos limites estabelecidos. Ao receber a autorização para a queimada, o proprietário da área é instruído sobre a melhor maneira de executar o trabalho. O Ibama também distribui material educativo sobre as queimadas em regiões onde essa prática é usual. Em situações especiais, o Ibama pode proibir as queimadas, o que não impede que elas ocorram de forma ilegal, provocando incêndios florestais.

Principal causa dos incêndios florestais

A principal causa de incêndios na floresta tropical é a ação desordenada provocada pelo homem que, ao promover o desmatamento e utilizar o fogo de maneira desordenada, cria condições favoráveis para a ocorrência de grandes incêndios.

Como evitar os incêndios?

l - Fazer queimadas somente com autorização do Ibama e de forma controlada, com a construção de aceiros - barreiras que impedem a propagação das chamas. O aceiro pode ser feito em forma de vala ou limpeza do terreno de modo a obstruir a passagem do fogo

2- apagar com água o resto do fogo em acampamentos para evitar que o vento leve as brasas para a mata, causando incêndios

3 - não jogar pontas de cigarro acesas próxima a qualquer tipo de vegetação

4 - está proibido o uso de fogo em áreas de reservas ecológicas, preservação permanente e parques florestais

Penalidades

Os infratores estarão sujeitos às penas previstas nos artigos 14 e 15 da Lei 9.605 (Lei de Crimes Ambientais). As penas podem chegar a prisão (de três a seis anos) e multas de até R$ 4.960,00. O valor será aumentado com a regulamentação da Lei, pelo Ministério do Meio Ambiente, podendo variar de R$ 50,00 a R$ 50 milhões.

Na visão global, o fogo é considerado natural, pois o número de focos de calor, queimadas e incêndios nesta época de seca prolongada em todo o hemisfério sul. Fazer queimadas para uso agropecuário é uma prática cultural não só do Brasil e de difícil substituição. Caso fossem observadas as normas para queimada controlada e se a população contribuísse deixando de jogar pontas de cigarro acesas nas margens das estradas, apagassem restos de fogo em acampamentos e tivessem maiores cuidados ao lidar com o fogo, seriam menores as estatísticas.

Última atualização em Seg, 02 de Fevereiro de 2009 10:24
 

Combate a Incêndio - Guarany

Combate a Incêndio - Guarany